FUTSAL FEMININO SPORTING CLUBE CELORICENSE

FUTSAL FEMININO SPORTING CLUBE CELORICENSE

“O IMPORTANTE NÃO É GANHAR, PARA MIM BASTA-ME SABER QUE CADA UMA DEU O SEU MELHOR EM CAMPO”, Joel Martins, Treinador

O futebol feminino floresceu em grande estilo para se tornar numa atração do futebol por direito próprio, realizando um trabalho diário no que respeito diz à promoção e fomento do futebol feminino para atrair mais jovens a envolverem-se na prática da modalidade.

Num Projeto pioneiro desenvolvido pelo Sporting Clube Celoricense, com o objetivo de promover a prática da modalidade e de forma a incentivar cada vez mais jovens a ingressar neste tipo de equipas, fomos ao encontro do treinador da equipa de futsal feminina “Sporting Clube Celoricense”, Joel Martins, que de forma apaixonada nos falou do projeto, bem como perspetivas futuras para a equipa.

Como surgiu a iniciativa de criar uma equipa de futsal feminina?

A iniciativa surgiu há dois anos atrás, desde 2011 que sempre existiram torneios, no qual surgiu a ideia de se criar uma equipa feminina. Contei com a colaboração de algumas jogadoras que conhecia do meu tempo, que eram boas jogadoras de futebol, no qual umas trouxeram as outras, demos início ao projeto, tendo sido bem trabalho desde o inicio e agora está a começar a dar os seus frutos.

A equipa sagrou-se vencedora da taça distrital e para o ano iremos com certeza dar o nosso melhor.

Tem dificuldade em angariar atletas para a prática da modalidade?

Tenho alguma dificuldade em arranjar atletas de qualidade para esta modalidade, porque existem realmente “miúdas” que sabem jogar à bola, só que ainda não têm as noções necessárias para o fazerem corretamente e é preciso trabalhá-las para que cheguem ao nível das jogadoras que atualmente integram este plantel.

Todos os anos fazemos captações, com vista à procura de novas jogadoras que possam vir, atualmente ou futuramente, fazer parte deste grupo Celoricenses.

O clube dispõe de algum tipo de apoio?

Temos o apoio da Câmara Municipal, temos alguns patrocinadores, temos inclusive as atletas que quando se realizam eventos se reúnem e fazem a sua “barraquinha” de venda de bebidas e bolos e criamos o nosso orçamento assim.

O pouco que temos foi conseguido com o nosso suor, guiamo-nos muito pela humildade, pela transparência, pelo espírito de união, de família e é assim que vai continuar daqui para a frente.

De que forma vê a organização deste tipo de eventos?

Este tipo de eventos não é de fácil organização, sendo que tentamos organizar as coisas de uma forma e no dia nem sempre as coisas correm como programamos e temos que ultrapassar as adversidades que possam surgir.

Este evento é 4º ano que se realiza aqui em Celorico da Beira, todos os anos recebemos equipas oriundas de vários distritos do país. Este ano contamos com oito equipas, talvez para o ano possamos pensar em mais equipas.

Este é um evento que para nós encerra oficialmente a época, proporcionando o convívio e promoção da prática da modalidade.

Considera que o futsal feminino está em evolução?

Sim é uma modalidade que está a evoluir, penso é que a Associação de Futebol da Guarda deve começar a pensar em trabalhar noutros moldes, não é só ter as equipas, tem que haver regulamentação de provas, tem que haver mais apoio, mais informação. Muitas das “miúdas” que neste momento estão a jogar nos seniores ainda são juvenis, não têm formação e tem que partir da Associação de Futebol da Guarda dar apoio logístico e formativo aos clubes, para que quem trabalha “nisto” como é o meu caso possamos devidamente dar a formação às atletas.

Por quem foi dada a formação à equipa?

A formação nesta equipa foi dada no ano transato por parte do Diogo Correia, que pegou nesta equipa do zero e conseguiu ensinar o básico e um pouco mais que o básico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

CICLISMO JOVEM E FEMININO COM GRANDE PEDALADA

Ter Jun 27 , 2017
O ciclismo jovem e o feminino estarão no centro das atenções, entre quinta-feira e domingo, devido à realização da Volta a Portugal do Futuro e dos Campeonatos Nacionais de cadetes, juniores e femininas. A Volta a Portugal do Futuro, prova internacional para sub-23, arranca na quinta-feira e prolonga-se, através de […]