Covid-19: Faleceu um dos utentes no lar de idosos em Pinhel

Um idoso que recebia apoio domiciliário do lar da aldeia de Manigoto, Pinhel, que testou positivo à covid-19, morreu ontem no hospital da Guarda, onde se encontram internados mais dois utentes, de um total de 14 infetados.

O presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, adiantou que na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) do Centro Social do Manigoto estão infetados “14 utentes e quatro funcionárias”.

Segundo o autarca, um utente que beneficiava do apoio domiciliário da instituição, cuja idade não soube precisar, faleceu ontem com covid-19 no Hospital Sousa Martins (HSM) da Guarda, onde estava internado.

Rui Ventura adiantou que dois dos 14 utentes da ERPI que estão infetados permanecem internados no HSM desde segunda-feira e os restantes 12, que estão assintomáticos, encontram-se nas instalações da instituição de apoio à terceira idade.

“É uma situação preocupante porque a média de idades no lar é de 93 anos”, disse o autarca.

Rui Ventura acrescentou que “o problema que agora se coloca” à Câmara Municipal de Pinhel e à Segurança Social é “terem de encontrar uma solução” para conseguirem recursos humanos que assegurem o funcionamento da instituição, devido à infeção de quatro das oito funcionárias.

O Centro Social do Manigoto “tem casas recuperadas para residências, que será para onde irão os utentes à medida que os testes derem negativo”, adiantou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

Termas Centro vão recolher e partilhar memórias e tradições dos territórios termais

Qui Out 15 , 2020
A rede Termas Centro vai realizar uma recolha exaustiva das memórias e tradições mais características dos territórios onde as suas estâncias termais estão implantadas. O projeto, designado de “Aldeias do Conhecimento”, visa recolher e documentar, em vídeo e noutros suportes digitais, as vivências de pessoas reais dos territórios termais. Em […]