Entrega de prémios aos Vencedores dos Concursos de Escrita à Mão e Poesia em Fornos de Algodres

Foram hoje entregues os prémios aos vencedores dos Concursos de Escrita à Mão e Poesia na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, em Fornos de Algodres.

Os vencedores foram anunciados ontem, dia 28 de janeiro pelo Município de Fornos de Algodres, e a entrega dos prémios contou com a presença do vice Presidente da Câmara de Fornos de Algodres, Alexandre Lote.

O concurso de poesia Amélia Pinto Pais destina-se a estimular e a desenvolver este estilo literário, bem como homenagear uma grande escritora natural deste concelho.

Amélia Pinto Pais, natural do concelho de Fornos de Algodres, nasceu a 5 de novembro de 1943 e faleceu em Leiria no dia 26 de maio de 2012. Passou a sua infância em Algodres, a cargo de uma tia professora primária, tendo aí frequentado a escola, do primeiro ao terceiro ano. No quarto ano, estudou na escola primária da Matança. Prosseguiu os estudos no Liceu Nacional de Viseu, onde conheceu o professor de português Dr. Luís Simões Gomes, que se tornaria uma figura de referência no seu percurso pela escrita. Licenciou-se em Filologia Romântica pela Universidade de Coimbra.

Professora de português e francês durante 36 anos, lecionou em várias escolas, tendo acabado o seu percurso como professora em Leiria, onde morou vários anos. A língua portuguesa mereceu-lhe sempre muito do seu esforço e dedicação, tendo sido a autora de diversas obras de carácter ensaístico sobre Camões, Fernando Pessoa, Gil Vicente e Padre António Vieira. Foi igualmente a autora de “História da Literatura em Portugal”, obra repartida em três volumes.

Este concurso já realizado anteriormente destina-se a pessoas que não tenham nenhum livro ou trabalho publicado na área da literatura e á população em geral com ligação ao concelho de Fornos de Algodres.

O concurso de escrita à mão  “Um conto de Natal por Terras de Algodres, consistiu na escrita individual de um texto criativo que envolvia temáticas ligadas à cultura local e/ou ao património cultural do concelho.

Segundo o Município, a literatura infanto-juvenil contribui para fomentar o interesse por descobrir, aprender, crescer, divertir e sonhar com o mundo que nos rodeia. Nesse sentido organizou mais uma vez o Concurso de Escrita à Mão que visa sensibilizar, promover e a consolidar hábitos de leitura e de escrita criativa, através de uma atividade que estimule o envolvimento efetivo de crianças e jovens.

Este concurso destinou-se a alunos do 1º e 2º ciclo de estudos do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.

Os vencedores de ambos os concursos receberam vales Fnac no valor de 100 euros para o 1º Lugar, 50 euros para o segundo lugar e 25 euros para o 3º lugar.

Fomentar hábitos de leitura e de escrita na comunidade, promover a cultura fornense, valorizando competências e saberes nas áreas da língua portuguesa, da história e da cultura regional e estimular a escrita criativa são alguns dos objetivos destes concursos criados pelo Município, que como referiu Alexandre Lote, são iniciativas de grande valor para o município e que vão continuar a ser organizadas.

Vencedores

Concurso de Escrita à Mão

1º Lugar – João Pais (pseudónimo Peter)
2º Lugar – EB1 de Figueiró da Granja (pseudónimo Os Traquinas)
3º Lugar – Maria Leonor Cunha Soares (pseudónimo Jéssica Gomes)

Concurso de Poesia Amélia Pinto Pais

1º Lugar – Ana Filipa Monteiro Correia (pseudónimo Aurora)
2º Lugar – Anne Sophie Rodrigues (pseudónimo Miss Imaginação)
3º Lugar – Eduardo Filipe Almeida Neves (pseudónimo Edu 2005)

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *