Eduardo Lourenço, Ladislau Patrício e Helga Moreira em destaque no projeto “A Terra da Escrita”

A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), organiza pelo 6º ano letivo consecutivo, o projeto “A Terra da Escrita”. Na presente edição, os autores locais escolhidos são Eduardo Lourenço, Ladislau Patrício e Helga Moreira.

Segundo a autarquia, o projeto “A Terra da Escrita”, que visa a promoção do livro e da leitura junto dos alunos das escolas do concelho, e é desenvolvido em parceria com os agrupamentos escolares locais.

Para dar a conhecer a sua vida e obra à comunidade escolar, e não só, a biblioteca programou exposições com visitas guiadas, conversas, oficinas, visitas à tipografia, conversas e encontros com autores.

Assim, no próximo dia 21 de janeiro terá lugar uma conversa sobre Ladislau Patrício, a partir do tema “Ladislau Patrício – uma vida entre a Medicina e a Escrita”, dirigida a alunos do 3º ciclo e secundário. A cidade da Guarda, as suas gentes, e ainda o Sanatório Sousa Martins serão também assuntos a focar.

Ainda em janeiro, dia 28, abre ao público em geral a exposição “Ladislau Patrício entre a Saúde e a Escrita”. Integrada no Projeto “A Terra da Escrita”, esta exposição apresenta a vida e obra de Ladislau Patrício (1883 – 1967), um médico e escritor guardense, que marcou uma época da cidade ao empenhar-se no combate à tuberculose, mas também na vida política e literária da Guarda. Tendo ainda um papel preponderante na criação da Rádio Altitude e no jornal Bola de Neve, ambos no âmbito da direção exercida no Sanatório Sousa Martins.

Já a 5 e 6 de fevereiro, António Pedro Pita, um conhecedor da obra de Eduardo Lourenço, vem conversar com alunos do secundário sobre o prestigiado escritor e ensaísta e sobre a importância da leitura em geral.

Também no âmbito deste promotor e privilegiado projeto de promoção do livro e da leitura, a mediadora de leitura, Andreia Brites vem trabalhar com alunos dos Agrupamentos de Escolas Afonso de Albuquerque e Sé, numa oficina plástica de leitura, de 2 a 6 de março. Andreia brites propõe a partir de versos, palavras ou títulos explorar sentidos simbólicos subjetivos.

Ainda sob o título “Ladislau Patrício – uma vida entre a Medicina e a Escrita” será feita uma visita guiada pela cidade a alunos do 3º ciclo e secundário das escolas Afonso de Albuquerque e Sé, dia 17 de março, para dar a conhecer a vida, a obra e os espaços relacionados, pela profissão e pelo afeto, com Ladislau Patrício, médico e escritor.

 Por fim, nos dias 19 e 20 de março, Helga Moreira, autora em destaque no projeto vem à Guarda para um encontro e conversa com alunos do 3º ciclo e secundário, sobre a respetiva obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

Turismo no Centro de Portugal cresceu 12,4% em novembro

Qui Jan 16 , 2020
A atividade turística no Centro de Portugal registou um crescimento muito acima da média nacional em novembro de 2019. Segundo os resultados preliminares da atividade turística nesse mês, publicados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o aumento da procura pela região não dá sinais de abrandar. Pelo contrário, o Centro de Portugal é […]