Guarda com o maior índice de poder de compra das Regiões Beiras e Serra da Estrela e Viseu Dão Lafões

Analisando os dados do instituto nacional de estatística relativos ao poder de compra podemos verificar que a zona das Beiras e Serra da Estrela apresenta um índice de 78.49 enquanto a região de Viseu e Dão Lafões apresenta um índice superior de 80,04.

O estudo sobre o poder de Compra Concelhio foi publicado pelo instituto nacional de estatística e numa análise geral no conjunto do território nacional, 149 municípios (48% do número total de municípios) apresentavam valores de IpC inferiores a 75. Dos 10 municípios com menor poder de compra per capita manifestado, cinco pertenciam ao Interior da região Norte (distribuindo-se pelas sub-regiões Tâmega e Sousa, Douro e Terras de Trás-os-Montes), quatro à Região Autónoma da Madeira e um à região Centro.

Em 32 municípios o poder de compra per capita manifestado em 2017 ficava aquém da média nacional, mas acima da média regional — correspondiam maioritariamente a municípios da faixa Litoral continental, sobretudo da região Centro (14 municípios), mas também das regiões Norte e Alentejo (6 cada uma), da Região Autónoma dos Açores (5) e da Região Autónoma da Madeira (1).

Guarda e Viseu corresponde exatamente a esses casos sendo que o Município da Guarda se apresenta com 96,20, bastante acima da média regional que se encontra nos 78,49. Viseu encontra-se com uns também favoráveis 94,41 também acima da média da região que seria de 80,04.

Guarda e Viseu também se apresentam a poucos pontos da média nacional que é registada com o IpC de 100.

No entanto são muitos os Municípios que se apresentam bem longe destes valores.

Descendo do topo da tabela da Região das Beiras e Serra da Estrela vemos que o segundo lugar é ocupado pela Covilhã com 86,58. Com o menor IpC temos Fornos de Algodres com 58,81.

Trancoso, Sabugal Pinhel, Mêda, Manteigas, Gouveia Figueira de Castelo Rodrigo e Celorico da Beira apresentam um índice de poder de compra entre os 62,06 e os 66,81. (ver tabela)

Seia, Fundão, Belmonte e Almeida situam-se entre os 71,27 de Belmonte e os 77,94 do Fundão.

Já na Região de Viseu e Dão Lafões o destaque de segundo lugar a seguir a Viseu vai para Mangualde com um índice de poder de compra de 82,42, que mesmo assim não consegue bater o segundo lugar ocupado pela Covilhã na Região das Beiras e Serra da Estrela.

Analisando as duas Regiões o último lugar da Tabela deixa de pertencer a Fornos de Algodres e passa a pertencer a Penalva do Castelo com 58,36 face aos 58,81 de Fornos de Algodres. No geral na Região de Viseu há menos Concelhos abaixo dos 70 valores. Por esse esse mesmo a média Regional ser mais alta.

Nelas ocupa o 4º lugar com 77,10 de Ipc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *