Pedro Gadanho é o diretor executivo da Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027

Crédito: Município da Guarda

O arquiteto e designer Pedro Gadanho, ex-diretor do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, e curador do departamento de arquitetura e ‘design’ do Museum of Modern Art (MoMA), em Nova Iorque, é a escolha do Município da Guarda para o cargo de diretor executivo da Candidatura a Capital Europeia da Cultura.

A informação foi avançada ao final da tarde desta segunda-feira, 11 de novembro, pelo Município da Guarda em comunicado. Citado na nota, Pedro Gadanho diz-se “muito honrado por poder contribuir com a minha experiência e conhecimento para trazer ambição para esta candidatura”.
O convite havia sido feito pelo Município e foi aceite “com enorme satisfação, mas também com um agudo sentido de responsabilidade”, refere Pedro Gadanho.
“Esta escolha de um perfil claramente internacional, com raízes na Beira Interior e a noção das necessidades e oportunidades locais, representa um reforço determinado em nome de uma candidatura forte – unindo 17 municípios – que reflita os grandes desafios que a iniciativa exige como projeto estratégico de desenvolvimento de futuro, muito para lá de mero programa de duração anual que responda aos critérios estabelecidos para as capitais europeias da Cultura”, refere a autarquia em comunicado.
Nascido na Covilhã, em 1968, Pedro Gadanho divide a sua atividade profissional entre arquitetura, curadoria, escrita e produção cultural.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *