Quase todo o país em risco muito elevado de exposição aos raios UV

Quase todo o país está hoje em risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), sendo as regiões do litoral norte e a autónoma dos Açores, aquelas onde o risco é mais baixo.

De acordo com dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Setúbal, Portalegre, Lisboa, Évora, Beja e Faro são os que apresentam os índices mais elevados do território continental: 9, numa escala de 1 a 11, em que este é considerado “risco extremo”.
Ainda em risco muito elevado, embora de nível 8, estão as regiões de Leiria, Coimbra e Vila Real, seguidas por Aveiro, Porto e Braga, com risco elevado, e Viana do Castelo, com risco moderado.
Para esta terça-feira, o IPMA prevê em Portugal continental um aumento de nebulosidade, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco, neblina ou nevoeiro matinal e pequena subida da temperatura mínima.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*