Mudanças no tarifário dos transportes na CIMBSE entram em vigor este mês

Os transportes públicos da grande maioria dos municípios do continente ficam a funcionar este mês de maio com novos descontos definidos no âmbito do Programa de Apoio à Redução do Tarifário lançado pelo Governo. No caso da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) os descontos nos passes de transportes públicos serão aplicados a partir de 15 de maio.

12 das 21 Comunidades Intermunicipais (CIM) concretizam a aplicação das alterações aos passes este mês de maio, no caso da CIM-BSE os descontos nos passes de transportes públicos serão aplicados a partir de 15 de maio e prevêem uma redução de 60% no preço para todos os utilizadores de passes sociais com menos de 23 anos e com mais de 65.
Os restantes utilizadores terão descontos de 40% nos passes dos transportes urbanos e em todos os bilhetes em transporte flexível na Covilhã, Gouveia, Guarda e Seia, e um desconto de 20% em todos os passes em transporte ferroviário.
A proposta da CIM-BSE tem um custo total de 545 mil euros, sendo que 496 mil euros serão atribuídos pelo Fundo Ambiental.
A CIM-BSE é constituída por 15 municípios: 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão). No entanto, estas medidas só serão aplicadas em 13 municípios, uma vez que os concelhos de Sabugal e de Pinhel “mantiveram as competências de autoridade de transportes, sendo da sua responsabilidade a implementação das medidas na área concelhia”.
Recorde-se que o Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART) prevê que as 21 CIM recebam, através do Orçamento do Estado, um total de 23,2 milhões de euros para adotarem medidas de redução tarifária nos transportes públicos nos respetivos territórios, e cada uma delas vai contribuir com pelo menos 2,5% da verba que lhes for transferida pelo Estado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*